[INSS] Se você depende de Prova de Vida, pode ficar tranquilo(a) até Janeiro/21!

Inss Dra. Elaine Fernandes Blog - Escritório de Advocacia em Várzea Paulista - SP | Dra Elaine Fernandes
Portaria do INSS publicada hoje diz que benefícios que dependem de prova de vida serão pagos até janeiro do ano que vem.

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

INSS mantém suspensão da prova de vida até janeiro

Portaria do INSS publicada hoje diz que benefícios que dependem de prova de vida serão pagos até janeiro do ano que vem.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou uma portaria nesta segunda-feira (30), informando que suspendeu novamente a exigência da prova de vida para beneficiário que dependem do recadastramento anual para receber benefícios. De acordo com a publicação, ainda serão pagos benefícios em dezembro e janeiro de 2021 sem a exigência.

A lei prevê que todos os anos, os beneficiários do INSS precisam comprovar ao governo que estão vivo. Essa comprovação é feita presencialmente nas agências do INSS, em instituições bancárias em que o aposentado ou pensionista recebe o benefício, em embaixadas e consulados ou na casa de beneficiários com dificuldade de locomoção.

De acordo com a portaria, a interrupção não prejudica a rotina e obrigações contratuais estabelecidas entre o INSS e a rede bancária pagadora de benefícios, devendo a comprovação de vida junto à rede bancária ser realizada normalmente.

A suspensão da prova de vida teve início em março, quando tiveram início as medidas de isolamento social para conter a disseminação do coronavírus.

Recadastramento

A Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal, também publicou hoje uma instrução normativa no Diário Oficial, estabelecendo orientações sobre o processo de recadastramento de aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis.

Com a instrução, fica suspenso até 31 de janeiro de 2021 a exigência de recadastramento anual de aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis. A norma garante que a suspensão não afeta o recebimento dos proventos ou pensões pelos beneficiários.

Fonte: Contábeis

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Justa causa: Posso ser demitido mesmo com estabilidade provisória? Entenda…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat